quarta-feira, 29 de Agosto de 2012

Manteiga de amendoim com mel


Nesta casa há coisas que estão sempre à disposição. Alimentos que fazem parte de uma rede de segurança mental. Se eles estão cá então está tudo bem. E os dias decorrem pacíficos, tranquilos, na certeza de que basta abrir o frigorífico ou um dos armários e um sorriso escancarado se desenha nas nossas caras :)
Manteiga de amendoim com mel

450g de amendoins salgados com mel
(sim, é assim tão simples!!!)

No processador de alimentos, triturar os amendoins até obter uma pasta macia, espessa e com a consistência desejada. Guardar num frasco hermético dentro do frigorífico.
(sim, continua assim tão simples!!!)

segunda-feira, 27 de Agosto de 2012

Batido de nectarina, ameixa e kefir

Ao fim de semana o tempo estica, qual massa ainda elástica que se agarra aos dedos como se não houvesse amanhã. Esse tempo espreguiça-se quando acordamos, lembrando-nos que o dia tem tantas horas quantas quisermos e que nelas cabem todas as nossas vontades. E enquanto nos espreguiçamos com o tempo, vamos idealizando a primeira refeição, que se quer saudável e nutritiva, para acordar o corpo e as ideias.


Batido de nectarina, ameixa e kefir

1 nectarina madura
1 ameixa madura
500ml de kefir (caseiro)
3 c. chá de açúcar amarelo

Cortar a fruta em pedaços e colocar no liquidificador juntamente com o kefir e o açúcar. Triturar durante 1 min e servir.

quarta-feira, 22 de Agosto de 2012

Quiche Portobello


Assim como os dias se sucedem uns aos outros, também cá em casa há receitas que se vão sucedendo umas às outras, num desfiar lento e compassado de ideias e pequenas alterações. Assim como os dias, não há receita que seja igual à outra, não há standardização, cada uma tem sabores e tonalidades muito próprios. E assim se vão sucedendo as saladas, as massas, as quiches... E esta quiche de hoje é a irmã gémea dos Cogumelos recheados com ricotta, partilhando um código genético mas com a sua individualidade vincada. E foi um perfeito aproveitamento do interior dos cogumelos portobello e de optimização do forno. 
Sim, há que optimizar, aproveitar, reduzir, reutilizar, reciclar, etcar! Faz bem ao ambiente, faz bem à carteira e ficamos todos mais contentes com a versatilidade da nossa cozinha e com a destreza de pensamento a que isso obriga :)
Chefes, à faca....

1 base de massa quebrada caseira
125g queijo emmental ralado
4 ovos
1 alho-francês
1/4 pimento vermelho picado
200g de cogumelos Portobello (interior apenas)
100g de fiambre
200g bacon em cubos
200ml de natas
150ml de leite
100g rúcula
Sal
Pimenta
Forrar uma tarteira de 32cm com a massa e picar com um garfo. Cobrir com papel de prata e encher com feijões secos. Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 20 mins.
Dentro de um tacho colocar o alho em rodelas com os cogumelos, bacon, fiambre, pimento vermelho e cozinhar até a água se evaporar.
Numa taça colocar os ovos e temperar com o sal e pimenta, juntar as natas e bater bem. Espalhar na massa da tarte o preparado dos cogumelos para de seguida cobrir com a rúcula e o queijo ralado. Regar com a mistura dos ovos e colocar no forno a 180º C durante cerca de 45 minutos ou até estar bem douradinha.
Bom trabalho chefe e bom apetite!

Receita por VelSatis

segunda-feira, 20 de Agosto de 2012

Cacio e Pepe de massa fresca caseira

Por vezes vamos adiando coisas, experiências, desejos. Até que um dia acontece. Num destes dias, igual a tantos outros, ofereci uma máquina de fazer massa fresca ao Vel. E ontem resolvemos experimentá-la. Fazer massa é fácil. É bom. Descontrai e relaxa. Diverte. E para principiantes não nos saímos nada mal. A massa foi degustada de forma simples, para podermos apreciar o sabor do nosso trabalho (de equipa). Uma salada fresca e colorida, um bom vinho, tempo ameno e parecia que estávamos na "bella Italia". Já para não falar que esta foi, provavelmente, a melhor massa que comemos até hoje. Feita por nós. E estava mesmo, mesmo boa. E isso deixou-nos felizes de tal forma que é difícil descrever com palavras :)
Cacio e Pepe com massa fresca caseira

Massa:
300g de farinha
3 ovos
15ml de azeite
100g de parmesão ralado
Sal e pimenta

Salada:
100g de tomate-cereja
2 queijos frescos
50g de rúcula
10 folhas de sorrel
Azeite e vinagre de framboesa
Sal e pimenta

Para preparar a massa colocar a farinha, os ovos e os 15ml de azeite num processador de alimentos e, com o gancho de massa, ligar na posição mínima até obter uma bola. Retirar a taça do processador, cobrir com um pano e deixar descansar durante 30 mins. Findo esse tempo, dividir a massa em quatro porções e transformar cada uma num rolo. Cobrir 3 porções e, numa superfície enfarinhada, estender a quarta porção. Dobrar a massa em 3 partes, virar a 90º e fazer passar pelos cilindros da máquina abertos na posição máxima. Repetir este processo 8 a 10 vezes ou até que a massa fique macia, elástica e aveludada. A partir daqui não se dobra mais a massa. Reduzir a distância dos cilindros numa medida e passar a massa. Repetir, apertando as medidas até se obter a espessura desejada. Deixar a placa de massa secar durante 10 mins (entretanto pode preparar-se uma nova placa). Findo esse tempo, passar a placa pelo cortador de tagliatelle. Separar cada tirinha e pendurar num cabo para secar. Prosseguir da mesma forma para a restante massa. Cozer a massa em água a ferver até estar al dente. Colocar num escorredor e escorrer ligeiramente, devolvendo à panela de cozedura. Temperar com sal e pimenta moídos na hora, regar com um fiozinho de azeite e servir polvilhada com parmesão ralado.



Para preparar a salada, cortar os tomates-cereja em quartos, e esfarelar os queijos frescos. Adicionar a rúcula e as folhas de sorrel em pedaços. Regar com azeite e vinagre e temperar com sal e pimenta moídos na hora.


Nota: apesar de serem sabores simples, a qualidade dos ingredientes tornou esta refeição numa verdadeira iguaria.

Receita por Ondina Maria e VelSatiS

quinta-feira, 16 de Agosto de 2012

Cogumelos recheados com ricotta

Brincar com texturas e sabores. Transformar ingredientes simples numa combinação memorável. Sobremesa como entrada ou entrada em forma de sobremesa?


Cogumelos recheados com ricotta

Chefe à faca....

3 cogumelos portobello
250g de queijo ricotta
1 punhado de manjericão fresco
raspa de 1 limão
100g parmesão ralado
Tostas raladas
Sal
Pimenta
Creme balsâmico
Azeite

Numa taça colocar o queijo ricotta com a raspa de limão, sal, pimenta, o manjericão picado e mexer bem. Limpar o interior dos cogumelos com uma colher de sopa, tendo cuidado para não danificar o "chapéu" dos cogumelos. No fundo de cada cogumelo colocar um pouco de creme balsâmico para de seguida colocar a mistura de queijo. No topo de cada cogumelo polvilhar com tosta ralada, regar com um pouco de azeite e terminar com o parmesão ralado.
Untar uma assadeira com azeite e levar os cogumelos ao forno, previamente aquecido a 200ºC, durante 20 a 25 mins.
Bom trabalho chefe, e bom apetite!!!
Receita por VelSatiS

segunda-feira, 13 de Agosto de 2012

Salada para um Verão ameno

Os dias finalmente amenos permitem-nos "jantar fora" e apreciar o lusco-fusco que, a cada dia que passa, acontece mais cedo. A mesa da varanda tem agora a sua hipótese de brilhar, tendo a nossa preferência para qualquer refeição. As comidas, essas querem-se simples, sem dar grande trabalho e sem estar muito tempo em volta do calor do lume. Ainda assim, os ingredientes bons estão todos lá, para serem saboreados em cada garfada. E à medida que os dias (amenos, esperamos nós!) se vão encurtando, vamos tentando aproveitar a réstia de sol e calor, os sabores da estação e os momentos que ela nos dá.
Salada para um Verão ameno

400g de feijão manteiga cozido
3 latas de atum ao natural
200g de milho
350g de tomate-cereja
150g de queijo emmental
1 courgette
4 ovos cozidos
Sal e piri-piri
Azeite extra virgem e vinagre balsâmico
Oregãos secos

Numa saladeira grande colocar o feijão manteiga, o atum bem escorrido, o milho, o tomate-cereja cortado em quartos, o queijo emmental cortado em cubos, a courgette ralada em palitos e os ovos em pedacinhos. Regar com azeite e vinagre balsâmico a gosto e temperar com sal, piri-piri e oregãos. Misturar bem todos os ingredientes e servir.


Nota: a courgette crua imprime uma textura crocante à salada.

sexta-feira, 10 de Agosto de 2012

Panquecas com nectarina, tomate e mozzarella

Cozinhar diariamente tem sobre nós um efeito colateral delicioso - ambos pesquisamos livros, vídeos, blogues, imaginação fértil, etc., para apresentar os ingredientes de sempre de forma inovadora, pelo menos para o nosso palato. Corremos riscos, experimentamos ingredientes menos utilizados, tentamos combinações nem sempre consensuais. Na maioria das vezes corre bem. Muito bem. Outras nem tanto assim. E por vezes, não raras, a nossa úvula é quase um sino, reunindo a congregação em louvor dos sabores :)
Panquecas com nectarina, tomate e mozzarella

Panquecas
1 chávena de farinha
1 chávena de farinha integral de milho
2 c. chá de fermento em pó
1 c chá de sal fino
2 ovos
1+1/2 chávena de leite magro
70g de azeite extra virgem
1 punhado de folhas de manjericão picado
1 c. chá de raspa de limão

Topping
2 tomates
2 nectarinas
2 mozzarella de búfala
Sal e pimenta moídos na hora
Azeite Frutado Gallo
Vinagre Balsâmico Gallo (Produto Sabor do Ano 2012)

Numa taça misturar os ingredientes das panquecas. Aquecer, em lume médio, uma frigideira anti-aderente e deitar meia concha de sopa de sopa da massa. Deixar cozinhar até que a massa esteja repleta de bolhinhas, virando as panquecas para cozinharem do outro lado durante mais 1 min. Empilhar as panquecas para que se mantenham quentes até à hora de servir.
Entretanto, fatiar o tomate e o queijo e cortar as nectarinas em gomos.
Servir cada panqueca com uma camada de tomate, outra de queijo e outra de nectarina, polvilhar com sal e pimenta moídos na hora e regar com azeite e vinagre balsâmico.


Com esta receita participamos no desafio "Uma receita com Sabor do Ano", promovido pelo Cinco Quartos de Laranja em parceria com a Sabor do Ano.

quarta-feira, 8 de Agosto de 2012

Noodles com salmão e gambas

Rumamos a oriente. Entre palácios dourados e jardins de encantar com flores delicadas. Por entre canas de bambú até perder de vista e lagos povoados de pequenas embarcações. Rumamos a oriente. Guiados pelos sentidos, em busca dos sabores e dos aromas...
Noodles com salmão e camarão
(adaptado de "Noodles com camarão e pak choi" em 200 Receitas Peixe e Marisco)

250g de noodles de ovo
2 c. sopa de óleo de sésamo
2 c. sopa de sementes de sésamo
2,5cm de raiz de gengibre finamente picada
1 dente de alho esmagado
1 alho francês em rodelas
12 gambas cruas e descascadas
2 lombos de salmão fatiados
Molho de soja q.b.
Molho agridoce picante q.b
1 c. chá de pasta de coentros

Cozer as noodles de acordo com as instruções da embalagem, escorrer e reservar.
No wok, colocar o óleo de sésamo com o gengibre e o alho, salteando durante 1min. Adicionar as gambas e saltear até estarem rosadas. Juntar os molhos de soja e agridoce e deixar ferver, reduzindo para lume brando e cozer por 1 a 2 mins até as gambas estarem rosa e firmes. Incorporar os coentros e adicionar o salmão, mexendo por mais 1 a 2 mins. Juntar as noodles, misturando bem para que possam absorver os sucos. Polvilhar com as sementes de sésamo e servir.
Receita por VelSatiS

segunda-feira, 6 de Agosto de 2012

Risotto de beterraba e queijo de cabra

Um desejo em forma de pedido. Uma refeição preparada para satisfazer uma gula. Dos sabores que já são bem conhecidos mas apresentados de forma diferente. Um risotto com as cores do amor. Dele para mim :)
Risotto de beterraba com queijo de cabra
(adaptado de 200 Receitas Cozinha Vegetariana)

Chefes, à faca....

350g beterraba cozida
1 caldo de legumes
1 cebola picada
2 dentes de alho
2 c. chá de tomilho picado
300g arroz arborio
125ml de vinho tinto
100g de queijo de cabra de pasta mole aos cubos
100g de nozes trituradas
Azeite
Sal 
Pimenta preta

Numa frigideira de grandes dimensões com azeite quente adicionar a cebola, o alho, o tomilho, o sal, a pimenta e cozinhar em lume brando mexendo de vez em quando e até a cebola se encontrar macia e dourada. Acrescentar o arroz e mexer até os grãos se encontrarem cristalinos. Adicionar o vinho e deixar ferver até o mesmo ter sido absorvido. Juntar a beterraba em cubinhos e mexer bem.
Adicionar 150ml do caldo de legumes e mexer bem (em lume médio), continuar a adicionar o caldo em pequenas porções à medida que o mesmo é absorvido. Repetir o processo até o arroz se encontrar bem cozido.
Em lume baixo adicionar as nozes e o queijo, mexendo bem até o queijo estar derretido. 
Bom trabalho Chefe e bom apetite!!!


Receita por VelSatis

sábado, 4 de Agosto de 2012

Crumble intregal de ameixas vermelhas e nectarinas

O sol brilha lá no alto, acompanhado pelas nuvens de algodão rarefeito. Entre os preparativos de sobremesa para o jantar e a agricultura na varanda, há sempre tempo para uma pausa enquanto apreciamos um crumble fresquinho e estaladiço. Sem culpas, afinal é integral :)
Crumble integral de ameixas vermelhas e nectarinas

5 nectarinas maduras
10 ameixas vermelhas maduras
1 chávena de flocos de Aveia
1 chávena de farinha integral
1 chávena de açucar mascadavo escuro
3 c. sopa de sementes de sésamo
3 c. sopa de sementes de linhaça
3 c. sopa de sementes de girassol
250g de margarina vegetal (usei Planta Cálcio) à temperatura ambiente
Sumo de limão q.b.

Numa travessa refractária dispor a fruta partida em fatias ou gomos e regar com sumo de limão. Numa taça, misturar os restantes ingredientes com a mão até obter uma mistura areada. Cobrir a fruta com esta mistura e levar ao forno pré-aquecido a 200º C durante cerca de 1h. Servir quente ou frio, acompanhado com iogurte grego.


quinta-feira, 2 de Agosto de 2012

Tarte de tomate-cereja, feta e manjericão

Para os dias de calor ou de frio, para os piqueniques, para ficar em casa ou levar para o trabalho. As quiches e tartes são sempre uma excelente opção, super versáteis e, muitas vezes, autenticas limpa-frigoríficos. Desde que se encontre uma boa receita-base, todas as combinações são possíveis, mesmo as mais improváveis. Os clássicos arrancam um sorriso até dos mais desanimados. E a tarte que trazemos hoje anima qualquer um :)

Tarte de tomate-cereja, feta e manjericão
(recheio adaptado de "Tarte de queijo de cabra, tomate e manjericão" em Popina, Iguarias saudáveis)

1 base caseira de massa de quiche/tarte
2 ovos
100g de iogurte grego
200g de feta
1 c. chá de fermento em pó
50g de farinha
1/2 c. chá de sal
1/4 c. chá de pimenta preta
1 punhado de folhas de manjericão
350g de tomates-cereja
Azeite

Preparar a massa da base, rechear a tarteira e levar ao frigorifico 30 mins. Picar, cobrir com papel de prata e encher a massa com feijões secos. Levar ao forno pre-aquecido a 180ºC durante 20 mins. Entretanto preparar o recheio: numa taça colocar os ovos, o iogurte, metade do feta esfarelado, o fermento, a farinha, o sal, a pimenta e a maior parte do manjericão finamente cortado. Misturar bem até obter uma massa de consistência fofa. Cobrir a base da tarte com o recheio e dispor os tomates cortados ao meio e com o interior voltado para cima. Espalhar o restante feta esfarelado, regar com um fio de azeite. Levar novamente ao forno, a 180º C durante 30 mins. Retirar e polvilhar com o restante majericão.