quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2013

Pão integral de arroz

(scroll down for English)

O fim de semana avizinha-se e com ele damos início a alguns preparativos. Analisar os horários de trabalho, quantas refeições faremos em conjunto, organizar menus que se adeqúem à nossa disponibilidade. Nestes menus há elementos constantes dos quais apenas varia o sabor: iogurtes, sopa, pão. Pão para as sandes, pão para o pequeno-almoço, pão, pão pão! Nesta casa come-se muito pão especialmente desde que passou a ser caseiro. E se a MFP teve os seus dias de glória, hoje em dia o pão feito à mão é devorado com um prazer inigualável. Nada bate o sabor de um pão caseiro e misturar farinha, água e fermento continua a produzir um dos "milagres" mais desejados. Pois bem. Faça-se pão!!!
Pão integral de arroz
(adaptado de Simple white bread em "How to make bread" de Emmanuel Hadjiandreou )

200g de farinha T65
200g de farinha integral T150
200g de farinha integral de arroz
12g de sal
4g de fermento activo seco
400g de água morna

Numa taça pequena misturar a farinha com o sal e reservar (esta é a mistura seca). Numa outra taça (um pouco maior) pesar o fermento e adicionar-lhe a água, mexendo até o fermento estar totalmente dissolvido (esta é a mistura líquida). Adicionar a mistura seca à mistura líquida, misturando com uma colher de pau e depois com as mãos até obter uma massa. Com um salazar, limpar as paredes da taça. Tapar com a taça da mistura seca e reservar por 10 mins.
Findo esse tempo, a massa está pronta a ser trabalhada. Mantendo-a na taça e puxar uma porção de massa e pressioná-la para o meio. Virar ligeiramente a taça e repetir o processo com outra porção de massa. Repetir mais 8 vezes. Este processo deverá demorar 10s e a massa deve começar a resistir. Cobrir novamente com a taça pequena e reservar por mais 10 mins. Repetir os 10s de amassar e esperar 10 mins mais 2 vezes. No final da 3ª fase de amassar, a massa deverá estar macia. Amassar a massa uma 4ª vez, sendo que a massa deve estar uma bola macia. Cobrir novamente com a taça pequena e deixar levedar durante 1h.
Quando a massa tiver dobrado de volume, socar gentilmente para libertar o ar. Colocar a massa numa superfície ligeiramente enfarinhada e puxar um dos lados para o centro. Repetir com o lado oposto de forma a que a massa se vá alongado até ter o tamanho da forma. Colocar na forma, polvilhar com um pouco de farinha, fazer os cortes com uma faca afiada e cobrir com uma taça ou com um saco de plástico (insuflado) e deixar levedar por 30-45mins até ter dobrado de volume.
Quando faltarem 20 mins para a massa terminar de levedar, ligar o forno a 240º C no modo ventoinha e colocar um tabuleiro no fundo. Colocar o pão no forno, deitar um copo (cerca de 500ml) água no tabuleiro e reduzir a temperatura para 200º C durante 35mins. Findo esse tempo, retirar o pão do forno, bater no seu fundo e se o som for oco o pão está cozido. Caso contrário, retornar ao forno por mais uns mins. Deixar o pão arrefecer sobre uma rede. Esta receita faz um pão de 1kg.
The weekend lies ahead and with it some preparations. Analize working schedules, check the meals eaten together, organize a weekly menu that is adequate to our availability. In these weekly menus some elements are constant, only the flavour changes: yoghurts, soup, bread. Bread for sandwishes, bread for breakfast, bread, bread, bread! In this house we eat a lot of bread, especially since it's homemade. And if the bread machine had its glory days, today the handmade bread is devoured with an inimaginable pleasure. Nothing beats the taste of homemade bread and mixing flour, water and yeast still produces one of the most wanted "miracles". Very well, then. Let's make bread!!!
Whole rice bread
(adapted from Simple white bread in "How to make bread" by Emmanuel Hadjiandreou )

200g strong bread flour
200g whole wheat flour
200g whole rice flour
12g salt
4g active dry yeast
400g warm water

In one (smaller) bowl mix the flour and salt (dry mixture). In another (larger) bowl weigh out the yeast, add the water and mix until the yeast is dissolved (wet mixture). Add the dry misture to the wet mixture and mix them together with a wodden spoon until they come together to form a dough. Cover with the smaller bowl and let stand for 10mins.
Afterwards, knead gently by pulling a portion of dough up from the side and by pressing it into the middle. Turn the bowl slighty and repeat the process with another portion of dough. Repeat another 8 times (the whole thing should take about 10sec) and the dough should start to resist. Cover again and let stand for 10mins. Repeat the 10sec kneading process 2 times more. At the end of the 3rd kneading the dough should be beautifully smooth. Repeat the 10sec kneading one 4th time, cover with the bowl and let rise for 1h.
When the dough has doubled in volume, punch it down with your fist to release the air.
Remove the ball of dough from the bowl, place on a lightly floured work surface and fold onde edge over into the midle. Fold the oposite edge over to the midle and keep doing it until the loaf has a sausage shape the same size as the tin. Turn the loaf over and place in the prepared baking tin. Dust with flour, make some incision in the dough with a sharp knife, cover with a bowl and let rise for 30 to 45mins.
About 20mins before baking, preheat the oven to 240º C with a roasting pan placed at the bottom. When the dough has finished rising, place it in the oven, pour a glass of water (circa 500ml) onto the hot roasting pan and lower the temperature to 200º C. Bake the bread for about 35mins or until golden brown. To check if the bread is baked tip it upside down and tap the bottom - if it sounds hollow it's ready. If not, return to the oven for a few more mins. Let the bread cool in a wire rack before slicing.

13 comentários:

  1. Ondina este ficou fantástico, lindo ,maravilhoso...adorei.
    E como não posso provar vou levar a receita ,espero que fique assim lindo como o teu.
    bjs

    ResponderEliminar
  2. Que lindo pão. Vou experimentar.
    Bjs
    Fa

    ResponderEliminar
  3. Ondina,
    Que aspecto divinalllllllllll ;)... Agora acabado de fazer e com manteiga nham nham :).. Só de ver faz-me crescer água na boca... :)... Bjokas

    http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Oi Ondina, ficou lindo seu pão, deve ser delicioso.:)Arrasou.Beijos querida.

    ResponderEliminar
  5. Esta receita é com toda a certeza para mim, adorei.
    Mas quando dizes farinha de arroz integral, é farinha de arroz que deve ser integral é isso? - é que eu planeio fazer a farinha com a bimby :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Olá,
    Gostei imenso desta sugestão.
    Kiss, Susy

    http://tertuliadasusy.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/tertuliadasusy

    ResponderEliminar
  7. Adoro a farinha de arroz no pão, também uso de quando em vez. Hoje também publiquei um pão:

    http://cozinharsemlactose.blogspot.pt/2013/02/pao-de-mistura-trigo-centeio-e-espelta.html

    E desde que comecei a fazer o isco em casa, nunca mais quero outra coisa! :-)

    ResponderEliminar
  8. O pão tem ótimo aspeto. Experimentei o pão mas com as farinhas que tinha em casa, trigo integral e centeio e povilhei com sementes de sésamo. Gostei muito do resultado final.

    ResponderEliminar
  9. Que nunca nos falte o pão caseiro!!
    Tenho de experimentar a farinha de arroz em pão, agora já fiquei a babar :)
    Ficou perfeito esse pão, linda a crosta.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  10. Tu a descobrires as maravilhas de amassar à mão e eu a experimentar a MFP.
    Já fiz 2 pães diferentes, o que viste no blogue e um com cerveja preta e espelta. Ficou excelente e vou ter que repetir pois não houve tempo para fotos!
    Este teu está perfeito, quem dera que o Emmanuel pudesse ver!
    Adorei a cor, que lindo e de certeza que o sabor não fica atrás!
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Tiene un aspecto muy bueno me encanta esta de lujo,abrazos y abrazos..

    ResponderEliminar
  12. Que bonito que ficou! :) ontem fiz um de centeio à mão também. Os da máquina duram menos dias fofos, ou é impressão minha? Ficam logo secos. Mas eu faço pão sem trigo (excepto o de espelta) e sem milho. Mas então o que fiz à mão ficou com uma crosta duuuuuura! Tenho de aperfeiçoar a técnica/cozedura :)

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita :)